Geral 22/09/2020 - 10:10 - Gabriela Glória / Governo do Tocantins

CGE Tocantins busca experiências do Programa de Compliance Público da Controladoria-Geral de Goiás

Reunião serviu para troca de experiências sobre iniciativas de Compliance Público Reunião serviu para troca de experiências sobre iniciativas de Compliance Público - Reprodução CGE/GO

Buscando o constante aprimoramento da gestão pública, a Controladoria-Geral do Estado (CGE/TO) tem trabalhado no desenvolvimento de programas de integridade e compliance público. Nesse sentido, a equipe da Corregedoria-Geral do Estado, unidade administrativa da CGE/TO, esteve reunida com a equipe da Subcontroladoria de Controle Interno e Correição da Controladoria-Geral de Goiás (CGE-GO). O objetivo foi trocar experiências relacionadas ao Programa de Compliance Público do Estado de Goiás (PCP), principalmente o eixo da responsabilização.

A reunião aconteceu em ambiente virtual nessa terça-feira, 22. Na ocasião, a corregedora-geral do Estado do Tocantins, Simone Pereira Brito, destacou  que a reunião foi fundamental  no sentido de orientar toda a equipe da CGE/TO nas diretivas de implantação do compliance público. "Essa troca de experiências a partir de outras iniciativas exitosas é necessária sobretudo em lugares nos quais esse processo está sendo iniciado como é o caso do Tocantins", destacou. 

O subcontrolador de Controle Interno e Correição de Goiás, Marcos Tadeu de Andrade, apresentou um panorama da implantação do PCP desde 2019, quando o programa teve início. Ele destacou os esforços no sentido de qualificar os servidores da CGE para lidar com a nova ferramenta e se tornarem multiplicadores do conteúdo para os colaboradores das demais pastas do Poder Executivo goiano.

O superintendente de Correição Administrativa da CGE, Bruno Mendes Dias, detalhou as inovações em matéria correcional implementadas pelo Governo de Goiás, com as alterações legislativas e criação de normas mais modernas relacionadas especialmente ao termo de ajustamento de conduta de servidores e a responsabilização de fornecedores.

A superintendente de Auditoria da CGE, Stella Maris Franco, destacou a separação das áreas de auditoria e controle interno, o que facilitou a implementação do PCP. Cláudio Martins Correia, superintendente de Inspeção, apresentou as ações de controle inspecionais e a instituição do Plano Anual de Ações de Controle (Poac) que organiza e define as inspeções, pessoal e horas de trabalho para cada ação e os órgãos que serão inspecionados.

Terminando a exposição da CGE, o gerente de Auditoria em Compliance, Luís Henrique Crispim, discorreu sobre o PCP, demonstrando as vantagens desse instrumento para a gestão e a boa governança. Ele descreveu as etapas de implementação do programa, elencando quais órgãos receberam consultoria nos exercícios de 2019 e 2020, bem como os resultados conquistados até o momento.

A corregedora do Tocantins agradeceu a disponibilidade e o profissionalismo de toda a equipe da CGE e colocou a equipe do Tocantins também à disposição de Goiás para novas trocas de experiências. “O grande ganho dessa parceria é justamente a união de esforços e experiências para alcançar uma administração que efetivamente contemple a sociedade e que cumpra com o seu papel, promovendo o bem comum, coerente com os anseios da sociedade, de forma justa e ética”, finalizou Simone. Pela CGE/TO também participou a diretora de Responsabilização de Entes Privados, Tatiane Dias Medeiros. 

 

Com informações da Ascom CGE/GO